quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Work in progress...

Gear setup for this recording:

-Beat and synths: Sequenced with a "commercially available" sequencer software
-Rithm clean guitar: DI recorded
-Rithm wah guitar: Through a mic'd Fender Champion 600
-Intro solo: As above
-Bass guitar: DI recorded




Starting in the recording hobby? Here are a couple of useful free tools:
http://audacity.sourceforge.net/
http://www.kreatives.org/kristal/

terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

Dec and GHA calculation program - TI Nspire

Translating the essence of the previous post from my native language, and since some of you English speakers out there might be interested:

Here's a portable calculator program for Dec and GHA of the Sun, as found in the nautical almanac and as used, for example, in Astronomical Navigation calculations (based on this article: http://fer3.com/arc/m2.aspx/how-are-tables-for-declination-generated-equation-etc-WSMurdoch-feb-2005-w22034 )

NOTE: If you're copy-pasting this to your Texas Instruments program editor you'll have to figure out the font bugs yourself... I'll provide some help on request

After you're done you can compare the results with those of a thrustworthy almanac and check for accuracy yourself...


Define LibPub almanaque()=
Prgm


setMode(1,26)
setMode(3,1)
ClearAZ
©DATA INPUT
Request "Year?",a
Request "Month?",mo
Request "Day?",d
Request "Hour?",h
Request "Minute?",mn
Request "Second?",s


tu:=((367*a-iPart(((7*(a+iPart(((mo+9)/(12)))))/(4)))+iPart(((275*mo)/(9)))+d+((h+((mn+((s)/(60)))/(60)))/(24))-730531.5)/(36525))


te:=tu+((63+60*tu)/(3200000000))


v:=50+58517*te


e:=357.52558+35999.04974*te


m:=20+19140*te


j:=19.9+3034.6*te


n:=125.-1934.1*te


l:=200.9+72001.7*te


el:=e+((1018585.1+6191.2*te+1.1*te^(2)+6892.8*sin(e-0.0018)+72.*sin(2*e)-17.4*te*sin(e)+7.2*sin(e-j-90.5)+6.5*sin(445267.1*te-62.1)-6.4*sin(20.2*te+71.4)+5.5*sin(2*e-2*v-58)-4.8*sin(e-v-29)-2.7*sin(2*e-2*j-3)-2.6*sin(j+7)-2.5*sin(3*e-2*v-46)+2.*sin(2*e-2*m+74)-1.9*sin(150*te+28)+1.8*sin(e-2*m-70)-1.6*sin(e-2*j+20)-1.6*sin(4*e-3*v-75)+1.*sin(3*e)-1.*sin(5*e-3*v-48)-20.5-17.2*sin(n)-1.3*sin(l))/(3600))


ob:=23.43929-0.013*te+0.00256*cos(n)+1.6−4*cos(l)


ra:=tan(tan(el)*cos(ob))


If abs(el-iPart(((el)/(360)))*360)>90 and abs(el-iPart(((el)/(360)))*360)<270 Then
racorr:=180+ra
Else
racorr:=ra
EndIf


dec:=sin(sin(el)*sin(ob))


aries:=360*(0.7790573+36625.002139*tu+1.1−6*tu^(2)-1.22−5*sin(n)-9.−7*sin(l))


ariescorr:=360+aries-iPart(((aries)/(360)))*360


gha1:=ariescorr-racorr


gha:=gha1-iPart(((gha1)/(360)))*360


Disp "***RESULTS***"
setMode(1,17)
Disp "*GHA:",gha," , ",gha▶DMS
Disp "*Declination (dec, N+, S-):",dec," , ",dec▶DMS
EndPrgm




Navegação astronómica, parte I

Chame-se-lhe um passatempo, uma pancada, uma inutilidade... Eu chamo-lhe uma forma interessante de manter o cérebro em exercício...

Além disso, e se as formas antigas de resolver problemas fossem todas destinadas ao esquecimento, já ninguém andava à vela. A final os motores estão aí para ficar, há já muito tempo, e a Vela é tão mais complicada, perigosa e pouco fiável (segundo os "entendidos").



Faz em Julho um ano que me deram um sextante de presente de aniversário:


Nada de especial: Um Davis Mark3, conhecido no meio como "o sextante do salva vidas", pois está, em ambientes de navegação à séria, normalmente relegado a funções de backup e de emergência...

Disponível em Portugal e por exemplo aqui: http://www.jgarraio.pt/index.php?main_page=product_info&products_id=448&subtemplate=mr

Ainda assim e apesar de não dispor de ajuste micrométrico, está equipado com um nónio com divisão ao minuto, o que permite pontos com erros bastante decentes o melhor que consegui, em condições ideais (na praia) foi 2 milhas de desvio ao ponto obtido com GPS.

Ora então, como utilizar um sextante?

Fórmulas mágicas que permitam sequer aproximar a velocidade do cálculo da posição àquela que é possível com o mais ordinário dos GPS não há, mas há muita informação disponível na internet e é realmente possível atingir o estatuto de semi-auto didata nesta arte curiosa em menos de nada hoje em dia...

Alguns links de interesse:

Esta foi a minha leitura de Verão nas férias passadas:
http://www.bethandevans.com/pdf/Sextant%20Users%20GuideV6.pdf

Um manual rápido e sem muitos "porquês", do Sr. Andrew Evans, muito útil para "motivar" o principiante na arte da navegação astronómica, é limitado na teoria mas resulta na prática.

Aqui pode descarregar-se o manual da própria Davis, muito limitado mas ainda assim com dicas interessantes:
http://www.davisnet.com/product_documents/marine/manuals/00011-220_IM_00011.PDF


O pior foi quando apareceram os porquês... Não gosto de fazer coisas de cor só porque "dizem que é assim" e fui à procura de algo mais, nomeadamente por não querer estar condicionado a ter de carregar toneladas de papel de cada vez que quero utilizar o meu sextante:

Problema nº1: Obter autonomia relativamente Almanaque:
 A prática da navegação astronómica depende, entre outros, de conhecer dois valores fundamentais: A Declinação e o GHA (ângulo de hora a Greenwich). Estes valores são tabelados numa publicação designada de almanaque náutico num espírito de "estão aqui os números, não perguntes de onde vêm" que, honestamente, não me agrada muito...Soa-me a atestado de ignorância e há portanto nesta dependência duas coisas que não me agradam: Ser sub-repticiamente chamado de incapaz de fazer contas e ter de ter um almanaque (disponível na net aqui http://www.tecepe.com.br/scripts/AlmanacPagesISAPI.isa ), em papel ou na versão internet (qualquer das duas de pouco prática a inútil para o navegante de barco pequeno)...

Têm de haver fórmulas para cálculo destes dois valores, certo? Os números do almanaque não caem do céu, correcto?Certo,  correcto. E após alguma pesquisa encontrei estes escritos:

http://fer3.com/arc/m2.aspx/how-are-tables-for-declination-generated-equation-etc-WSMurdoch-feb-2005-w22034

E desde então que tenho estado a trabalhar em forma de implementar o formulário num programa facilmente compilável numa calculadora portátil programável...

Para já o problema dos dados do almanaque está resolvido, com este pequeno programa (directo para a Texas Instruments Nspire) que desenvolvi destinado a calcular a Declinação e GHA do Sol para qualquer dia do ano:


Define LibPub almanaque()=
Prgm
:setMode(1,26)
:setMode(3,1)
:ClearAZ
:©RECOLHA DE DADOS
:Request "Ano?",a
:Request "Mês?",mo
:Request "Dia?",d
:Request "Hora?",h
:Request "Minuto?",mn
:Request "Segundo?",s
:©CÁLCULO DE tu 
:tu:=((367*a-iPart(((7*(a+iPart(((mo+9)/(12)))))/(4)))+iPart(((275*mo)/(9)))+d+((h+((mn+((s)/(60)))/(60)))/(24))-730531.5)/(36525))
:©CÁLCULO DE te 
:te:=tu+((63+60*tu)/(3200000000))
:©CÁLCULO DE v,e,m,j,n,l
:v:=50+58517*te
:e:=357.52558+35999.04974*te
:m:=20+19140*te
:j:=19.9+3034.6*te
:n:=125.-1934.1*te
:l:=200.9+72001.7*te
:©CÁLCULO DE el
:el:=e+((1018585.1+6191.2*te+1.1*te^(2)+6892.8*sin(e-0.0018)+72.*sin(2*e)-17.4*te*sin(e)+7.2*sin(e-j-90.5)+6.5*sin(445267.1*te-62.1)-6.4*sin(20.2*te+71.4)+5.5*sin(2*e-2*v-58)-4.8*sin(e-v-29)-2.7*sin(2*e-2*j-3)-2.6*sin(j+7)-2.5*sin(3*e-2*v-46)+2.*sin(2*e-2*m+74)-1.9*sin(150*te+28)+1.8*sin(e-2*m-70)-1.6*sin(e-2*j+20)-1.6*sin(4*e-3*v-75)+1.*sin(3*e)-1.*sin(5*e-3*v-48)-20.5-17.2*sin(n)-1.3*sin(l))/(3600))
:©CÁLCULO DE ob
:ob:=23.43929-0.013*te+0.00256*cos(n)+1.6−4*cos(l)
:©CÁLCULO DE ra
:ra:=tan(tan(el)*cos(ob))
:If abs(el-iPart(((el)/(360)))*360)>90 and abs(el-iPart(((el)/(360)))*360)<270 Then
:racorr:=180+ra
:Else
:racorr:=ra
:EndIf
:©CÁLCULO DE  Dec
:dec:=sin(sin(el)*sin(ob))
:©CÁLCULO DE GHA 
:aries:=360*(0.7790573+36625.002139*tu+1.1−6*tu^(2)-1.22−5*sin(n)-9.−7*sin(l))
:ariescorr:=360+aries-iPart(((aries)/(360)))*360
:gha1:=ariescorr-racorr
:gha:=gha1-iPart(((gha1)/(360)))*360
:Disp "***RESULTADOS***"
:setMode(1,17)
:Disp "*GHA:",gha," , ",gha▶DMS
:Disp "*Declinação (dec, N+, S-):",dec," , ",dec▶DMS
:EndPrgm


Prossegue o desenvolvimento do programa por forma a retribuir os restantes dados e, quem sabe se terei habilidade para tal, traçar as interseções e determinar a posição...

Futuros desenvolvimentos erão aqui publicados.

Entretanto, e para quem gosta de depender dos PC, aqui fica um programa gratuíto para apoio à navegação astronómica, incluindo uma carta de astros para qualquer dia do ano...
http://www.tecepe.com.br/nav/download.htm

LM386 - Um amplificador de guitarra portátil



Por vezes, independentemente da qualidade do equipamento "principal" que vou conseguindo angariar, surge a vontade de tocar uns acordes sem ter de me levantar do sofá e ter de ligar um amplificador maior, esperar que as válvulas aqueçam e cumprir todo o restante ritual...

Ora então com peças 90% destinadas ao lixo, surgiu o projecto que aqui mostro hoje, idealizado com os seguintes requisitos em mente: Amplificador barato, versátil, portátil, operado a pilhas com controlo de volume e ganho, potência  > 1/2 W, com ligação para altifalante externo, capaz de operar sem pré-amplificador externo.

Após alguma pesquisa, elegi o IC LM386 da National...

Mais informação e sugestões de implementação deste chip aqui: http://www.ti.com/lit/ds/symlink/lm386.pdf

Como informação de como construir amplificadores de guitarra baseados neste chip não falta por aí na net vou abster-me de relatar a construção em pormenor, até porque não introduzi nenhuma inovação. Apenas segui o esquema da National adicionando um potênciómetro de 1k em série com o condensador de 10uF, para controlo do ganho:

O chassis é uma lata de qualquer coisa que já nem me lembro bem o quê e o altifalante veio de uma televisão que foi para o lixo...

NOTA IMPORTANTE: Ao tentar construir o circuito quer com ligações ponto a ponto quer com o IC directamente estanhado à strip-board lixei 4 LM386... Quer parecer-me que este integrado é muito sensível ao calor do ferro de soldar (ou à estática) e então achei por bem optar por utilizar um socket de 8 pinos estanhado à PCB...

Quanto ao som, bom, francamente, se ligado ao altifalante "nativo", o som mete nojo... Porém, ligado a uma coluna de guitarra 1x12, ganha outra vida e projeção, e é até bastante utilizável em ambiente de gravação, com um som particularmente interessante quando alimentado através de um bom pedal de distorção ou overdrive...

A ligação para altifalante externo é conseguida com uma fêmea jack de painel com comutação, ligada da forma típica (sem jack inserido shunta a saída do amplificador para o altifalante integrado, com jack inserido shunta o sinal de saída para o Jack)...



segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

Alhandra

Cell phone pics...

Welcome home!

A Fender CD 60

Not a pre-war Martin, but it does the trick...

quarta-feira, 1 de Fevereiro de 2012

Piver Nugget 24 at 14 knots

My boat, Fulô, a 1960's Piver Nugget, speeding at 14knots in Alhandra


Caught on camera by my sister on the 17th November 2010

Due to academic duties, this wonderful sailing winter we've been having is not being fully appreciated... Better days will come. Soon, I hope...